terça-feira, 20 de dezembro de 2011

TALENTOS NA ESCOLA

cordel : professor Ladmires 
Produção de cordel










TIAGO KN-3ºANO

















CIARA8ºC








MÚSICA SERTANEJA

    CURA

Queria ficar e te dizer o que eu sinto por você
Tomei coragem
E me diz que não sou fraco
Não tiro da ilusão
Sigo meu coração
Você é muito importante pra mim
Eu e você somos iguais
Como uma onda no mar
Somos uma alma eu e você
Um casal
Isso é tão legal
Eu só quero ti amar

Quando eu estou sem você, fico doente
Você cura a minha dor quando estar contente
Eu só quero ficar junto ao seu lado
Quando eu fico sem ti ver
Meu coração fica magoado
Minha cura é você
Minha cura é você



AUTOR IAGO LUÍZ DA SIUVA

SERIE: 9º ANO - MATUTINO



Poemas de Elizama – 2º ano “A”

Sou Pescador

Sou pescador

Meu avô me ensinou

Pescávamos vários peixes

Serra, baiacu, sardinha...

E tantos que nunca vi.

Mas nunca os comi

Jogava-os de volta, quentinhos

Da palma da minha mão

E observava o sermão

Das nadadeiras em ação.

Com o tempo cresci

De moleque amadureci

Meu avô? Deus o tenha

Só me lembro das resenhas.

Hoje ainda pesco muito

Mas, não pensem que é peixe

Pesco letras, palavras, frases e textos

Que me vêm como pretextos

Para aquilo que escrevo.

Assim, divirto-me

Nesse mundo tão fantástico

Cheio de graça e trapaças

Oportunizando aventuras

Que jamais deixarei escapar.

Amor, amora, amado

Ó, amor inconfidente,

Que me faz mostrar os dentes

E acordar sempre contente

Com seu rosto em minha mente.

Vivo perpetuamente

Sonhando nas estrelas

Acordando no céu

Provando lábios de mel.

Como amora madura

Ao ponto de desfrutar-se,

Assim está meu coração

Com grande emoção.

Ao monte mais alto subirei

E ao vento uivante

Com desprezo perguntarei

Para onde foi o meu amado?

Se tu sabes onde encontrá-lo

Por piedade diz-me agora,

Ó, vento calado,

Não me desampares!

Procuro-o no crepúsculo

E no amanhecer

Choro um oceano

De plenos desprazeres.

Quando encontrarei

O meu amado?

Quando a morte

Fraudulenta me levar?

Querido amado meu

Voltes sem demora

Apressa-te, meu amor,

Seu infante regenerador.

E que nunca esqueças

Se porventura tiveres

Um caminho de dor

Da força do meu amor

PENSAMENTOS EM CORDEL
Amapá Minha Terra Natal
E nessa constante ida
Daqui para o Norte,
Não sofro aqui
Aquele sol forte.

Amapá é minha terra
Onde nunca vi igual.
Não vi em Belém,
Muito menos em Natal.

De Natal eu vou embora
Mas não me esquecerei
Desse povo hospitaleiro
Para onde não retornarei.

Se retornar,
com certeza me lembrarei
Nessa terra maravilhosa
Dos amigos que deixei

Aluno: Jhonny Sanderson Nº 23
Turma: 9º ano “A” Turno: Vespertino

4 comentários:

Smile disse...

*-* Perfeiiitooo *-* .

Gilvaniadmc disse...

Não podemos deixar de valorizar os talentos dos nossos alunos, afinal eles são os principais atores no processo de ensino aprendizagem

Arth Informática disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Informática Online. Lucas

Anônimo disse...

sou eu o autor da música meu sonho é gravar um cd e fazer sucesso no Brasil, gosto muito de compor músicas sertanejas e até gospel . Meu nome é Iago Luiz e tenho bons momentos e sentimentos. Eu tenho fé em Deus que os meus sonhos vão se realizar.já compus trinta músicas .